Day 24

Spain-Camino-de-Santiago-608

The picture above shows one of the Camino de Santiago route. During that journey, the pilgrim experiences situations that make him rethink his attitudes towards and opinions about life.

He learns to lead a simple life, with few possessions, and he needs to resign the comfort he is used to have in his routine.

After coming back from one of those experiences, he certainly won’t keep living in such extreme simplicity, but he will definitely be changed forever.

During this period of time I learned to live without something that was part of my routine. The lessons I’ve been learning changed something in me. I don’t need to stop drinking for good, but now I am more aware of what alcohol means to me.

Published in: on outubro 31, 2009 at 12:11 pm  Deixe um comentário  

Dia 24

Spain-Camino-de-Santiago-608

A imagem acima mostra uma das placas indicativas do Caminho de Santiago. Ao passar por ele, o peregrino vive situações que o faz repensar suas atitudes e sua opinião a respeito da vida.

Ele aprende a viver de modo simples, com poucos bens materiais, e precisa abdicar do conforto que está acostumado a ter no seu dia-a-dia.

Ao voltar de uma experiência destas, certamente ele não passará a viver sob condições de tão extrema simplicidade, mas definitivamente ele estará mudado para sempre.

Durante este período eu precisei aprender a viver sem uma coisa que já fazia parte da minha rotina. A lição que aprendi definitivamente mudou algo em mim. Não preciso parar de beber definitivamente, e tenho hoje mais noção do que o álcool representa pra mim.

Published in: on outubro 31, 2009 at 11:56 am  Deixe um comentário  

Day 23

manet34

What kind of drinker are you?

Nowadays it’s easy to find information about health. In the past, we needed to trust 100% on our physicians. Some times we would see another doctor to get  a second opinion. But today we can take a look at health portals to find answers for some questions regarding diseases and symptoms.

A soucre that I always use is the Yahoo Health Portal. I reproduce below some parts of the articla on alcohol abuse and dependence.

Signs of alcohol abuse

  • You have problems at work or school because of your drinking. These may include being late or absent, being injured at work, and not doing your job or schoolwork as well as you can.
  • You drink in dangerous situations, such as before or while driving a car.
  • You have blackouts. This means that after a drinking episode you cannot remember what happened while you were drinking.
  • You have legal problems because of your drinking, such as being arrested for harming someone or driving while drunk (intoxicated).
  • You get hurt or you hurt someone else when you are drinking.
  • You continue to drink despite health problems that are caused or made worse by alcohol use, such as liver disease (cirrhosis).
  • Your friends or family members are worried about your drinking.

Signs of alcohol dependence or addiction:

  • You cannot quit drinking or control how much you drink. You drink more often than you want to, or you drink larger amounts than you want to.
  • You need to drink more to get the same effect.
  • You have withdrawal symptoms when you stop drinking. These include feeling sick to your stomach, sweating, shakiness, and anxiety.
  • You spend a lot of time drinking and recovering from drinking, or you have given up other activities so you can drink.
  • You have tried unsuccessfully to quit drinking or to cut back the amount you drink.
  • You continue to drink even though it harms your relationships and causes you to develop physical problems.

Other signs of possible trouble with alcohol include the following:

  • You drink in the morning, are drunk often for long periods of time, or drink alone.
  • You change what you drink, such as switching from beer to wine because you think that doing this will help you drink less or keep you from getting drunk.
  • You feel guilty after drinking.
  • You make excuses for your drinking or do things to hide your drinking, such as buying alcohol at different stores.
  • You worry that you won’t get enough alcohol for an evening or weekend.
  • You have physical signs of alcohol dependence, such as weight loss, a sore or upset stomach (gastritis), or redness of the nose and cheeks.

The image above is Edouard Manet’s painting “The Absinthe Drinker. Absinth is a highly alcoholic beverage that is forbidden in several countries today. Some artists who enjoyed it decided to represent it in their artwork. Besides Manet, Edgar Degas and also Pablo Picasso painted their “Absynth Drinkers”.

Published in: on outubro 29, 2009 at 2:25 pm  Deixe um comentário  

Dia 23

manet34

Que tipo de bebedor é você?

Hoje em dia é muito fácil obter informações sobre a nossa saúde. Antigamente precisávamos confiar 100% no nosso médico. Às vezes poderíamos consultar um outro para obter uma segunda opinião. Hoje já podemos pelo menos consultar portais de saúde para tirar dúvidas sobre doenças e sintomas.

Uma fonte que sempre uso é o Portal de Saúde do Yahoo (em inglês). Destaco abaixo alguns trechos do tópico sobre abuso e dependência do álcool.

Sintomas de abuso (uso exagerado):

  • Ter problemas na escola ou trabalho devido à bebida
  • Beber em situações perigosas, como dirigir carro ou operar máquinas
  • Ocorrência de blackouts – no dia seguinte você não lembra do que aconteceu enquanto estava bebendo
  • Ter tido algum problema legal, como ser preso por agredir alguém ou infringir a lei
  • Machucar-se ou machucar alguém enquanto estava bêbado
  • Continuar bebendo mesmo após o aparecimento de algum problema de saúde relacionado ao consumo de álcool
  • Família e amigos preocupados com seu estilo de beber

Sintomas de dependência:

  • Não conseguir parar de beber ou controlar a quantidade ingerida
  • Beber mais para conseguir o mesmo efeito
  • Ter sintomas de abstinência ao parar de beber
  • Gastar muito tempo bebendo ou se recuperando da bebedeira ou ter desistido de alguma atividade pra ter mais tempo de beber
  • Ter tentado sem sucesso diminuir ou parar de beber
  • Continuar bebendo mesmo afetando o relacionamento ou causando problemas físicos
  • Beber pela manhã ou beber sozinho
  • Sentir culpa por beber
  • Encontrar desculpas para beber
  • Ter alguma evidência física como gastrite, tremores, cirrose,  impotência sexual, pressão alta, pancreatite, danos ao sistema nervoso

A imagem acima é a pintura “Bebedor de Absinto”, de Édouard Manet. O Absinto é uma bebida de teor alcoólico altíssimo e que hoje é proibida em vários países. Alguns artistas que gostavam de tomá-la resolveram representar a bebida em sua arte. Além do Manet, o Edgar Degas e o Pablo Picasso também pintaram “Bebedores de Absinto”.

Published in: on outubro 29, 2009 at 2:13 pm  Deixe um comentário  

Day 22

Watermelon

After another busy day at work and a nice Kung Fu class the only drinks that I want are watermelon juice and WATER.

My weight today: 68.7kg (151.4 lb). That means I lost almost 2 kg (4 lb) in 22 days. Not sure if it has something to do with the lack of alcohol. Who knows…

Published in: on outubro 27, 2009 at 11:17 pm  Deixe um comentário  

Dia 22

Watermelon

Depois de um dia exaustivo de trabalho e um agradável treino de Kung Fu as únicas bebidas que eu quero são suco de melancia e ÁGUA.

Meu peso hoje: 68.7kg (151.4 libras). Isto quer dizer que perdi quase 2 quilos (4.4 libras) em 22 dias. Não tenho certeza se tem algo a ver com a falta do álcool. Quem sabe…

Published in: on outubro 27, 2009 at 11:16 pm  Deixe um comentário  

Day 21

men_at_work_sign

Work, work, work. Ultra-busy Monday. It’s been hard to find inspiration and time to write about alcohol lately. Many things have been happening, but to tell the truth it seems that alcohol is now out of my routine. I don’t regret on seeing people drinking.

I caught myself again thinking about the days following the end of my challenge. I want to taste a good cold beer. It will probably be one Hoegaargen. Or two.

Published in: on outubro 27, 2009 at 10:10 pm  Deixe um comentário  

Dia 21

men_at_work_sign

Trabalho, trabalho, trabalho. Segunda-feira ultra-ocupada. Tem sido difícil encontrar inspiração e tempo pra escrever sobre álcool ultimamente. Muitas coisas têm acontecido, mas pra dizer a verdade parece que o álcool saiu mesmo do meu dia-a-dia. Não lamento ver pessoas bebendo.

Estive pensando novamente em como serão os dias seguintes ao final do meu desafio. Quero apreciar uma boa cerveja gelada. Provavelmente uma Hoegaarden. Ou duas.

Published in: on outubro 27, 2009 at 10:09 pm  Deixe um comentário  

Day 20

Day 20, a hot Sunday. I spent it organizing some stuff and doing backups. No big news.

Published in: on outubro 27, 2009 at 9:53 pm  Deixe um comentário  

Dia 20

Dia 20, um domingo quente. Passei o dia organizando minhas coisas e fazendo backup. Sem novidades.

Published in: on outubro 27, 2009 at 9:50 pm  Deixe um comentário  

Day 19

thirst_park_chan_wook

I arrived home really late, and I spent the whole morning in bed. In that sunny afternoon I just “needed” a cold beer, so I had alcohol-free Liber. Liber is the only brazilian beer that is REALLY alcohol-free, it’s 0%. That must be the reason I found it TERRIBLE. You can’t even  create foam! I don’t recommend that. I’d rather drink cold piss. A walk through Paulista Avenue and later a dart-trhowing game at home with my friends Pablo and Vagner. After that we went to the movies for the Sao Paulo International Film Festival. With so many choices I decided to choose by the director’s name. So we watched “Thirst” (“Bakjwi”) from Park Chan-Wook.  It’s no “Oldboy” but it was really cool to see the magnificent work of this director again. I definitely recommend it!

Published in: on outubro 27, 2009 at 9:48 pm  Deixe um comentário  

Dia 19

thirst_park_chan_wook

Cheguei em casa tarde, perdi a manhã dormindo. Na tarde ensolarada em que eu “precisava” de uma cerveja gelada, tomei uma cerveja sem álcool Liber. A Liber é a única REALMENTE sem álcool, 0%. Deve ser por isto que eu achei HORRÍVEL. Não recomendo. Você não consegue nem deixar um colarinho! Prefiro beber mijo gelado. Um passeio pela Avenida Paulista e mais tarde um campeonato de dardos em casa com meus amigos Pablo e o Vagner. Depois fomos  assistir a um filme da Mostra Internacional de Cinema. Com tantas opções, usei o nome do diretor como critério de escolha. Vimos “Sede de Sangue”, do Park Chan-Wook.

Não é nenhum Oldboy, mas foi muito legal rever o estilo deste magnífico diretor. Recomendo!

Published in: on outubro 27, 2009 at 9:47 pm  Deixe um comentário  

Day 18

lsddoorway

“Lightheadedness, dizziness, finger and mouth numbness”. Syptoms of alcohol? LSD? No! Hyperventilation. Oxigen OD.

One question that caught my attention in the BBC doc was about the reasons to drink. Of course people don’t drink searching for a hangover. They want a special feeling. Is that possible to get the same feeling alcohol gives without drinking?

The night of Day 18 I went to a Fuzzfaces band gig at Astronete. Obviously it was something weird, my first time there while drinking only spicy tomato juice (which is delicious and much cheaper than alcohol drinks). I then decided to do an experiment to myself, trying to get the same effect as that with alchool but with no drink. So I tried hyperventilation, which consists in take deep breaths in sequence, leaving the blood saturated with oxygen. That results in the syptoms above. I did that several times through the night and I’m convinced that I got really “drunk”. But its effects don’t last long. If you want to keep yourself “drunk” you need to repeat the process every 10 or 15 minutes. I found that really interesting.

Hiperventilation is part of the Holotropic Breathing process, created by Doctor Stanislav Grof, known by his experiments with LSD. He developed that method as a way to get the same effects of LSD but without its negative side effects.

Oh, I forgot to say, the gig was great, class A rock and roll, I definetely recommend it!

lsddoorway

“Sensação de estar flutuando, tontura, formigamento na ponta dos dedos e ao redor da boca”. Sintomas de álcool? LSD?  Não! Hiperventilação. Overdose de oxigênio.

Uma coisa que me chamou atenção no documentário da BBC foi a pergunta sobre os motivos para beber. Obviamente as pessoas que bebem não procuram uma ressaca. Elas buscam uma sensação diferente. Será possível obter a sensação que o álcool dá sem precisar beber?

Na noite do dia 18 fui a um show da banda Fuzzfaces no Astronete. Obviamente foi uma coisa atípica, a minha primeira vez lá bebendo apenas suco de tomate temperado (que é delicioso e MUITO mais barato que os drinks alcoólicos). Resolvi fazer uma experiência comigo mesmo, tentar conseguir o efeito do álcool sem beber. Então tentei a hiperventilação, que consiste em respirar fundo seguidamente, deixando o sangue saturado de oxigênio. isto provoca os sintomas citados acima. Executei isto algumas vezes durante a noite, e estou convencido de que fiquei “bêbado” mesmo. Mas o efeito passa rápido. Se quiser se manter “bêbado” precisa repetir a cada 10 minutos, umas 10 a 15 respirações fundas. Achei isto muito interessante.

A hiperventilação é parte do processo de Respiração Holotrópica, criado pelo Dr Stanislav Grof, conhecido por suas experiências com o LSD. Ele criou este método justamente como uma forma de se obter os efeitos agradáveis do LSD sem os efeitos colaterais negativos.

Ah, esqueci de mencionar. O show foi excelente, rock and roll classe A, recomendo!

Published in: on outubro 24, 2009 at 1:15 pm  Deixe um comentário  

Dia 18

lsddoorway

“Sensação de estar flutuando, tontura, formigamento na ponta dos dedos e ao redor da boca”. Sintomas de álcool? LSD?  Não! Hiperventilação. Overdose de oxigênio.

Uma coisa que me chamou atenção no documentário da BBC foi a pergunta sobre os motivos para beber. Obviamente as pessoas que bebem não procuram uma ressaca. Elas buscam uma sensação diferente. Será possível obter a sensação que o álcool dá sem precisar beber?

Na noite do dia 18 fui a um show da banda Fuzzfaces no Astronete. Obviamente foi uma coisa atípica, a minha primeira vez lá bebendo apenas suco de tomate temperado (que é delicioso e MUITO mais barato que os drinks alcoólicos). Resolvi fazer uma experiência comigo mesmo, tentar conseguir o efeito do álcool sem beber. Então tentei a hiperventilação, que consiste em respirar fundo seguidamente, deixando o sangue saturado de oxigênio. Isto provoca os sintomas citados acima. Executei isto algumas vezes durante a noite, e estou convencido de que fiquei “bêbado” mesmo. Mas o efeito passa rápido. Se quiser se manter “bêbado” precisa repetir a cada 10 minutos, umas 10 a 15 respirações fundas. Achei isto muito interessante.

A hiperventilação é parte do processo de Respiração Holotrópica, criado pelo Dr Stanislav Grof, conhecido por suas experiências com o LSD. Ele criou este método justamente como uma forma de se obter os efeitos agradáveis do LSD sem os efeitos colaterais negativos.

Ah, esqueci de mencionar. O show foi excelente, rock and roll classe A, recomendo!

Published in: on outubro 24, 2009 at 12:56 pm  Comments (2)  

Day 17

NOTE: My “Day 15” post talked about BBC’s “Do I Drink Too Much?” doc. In my text I reproduced WITH QUOTES some parts of the movie script. I don’t know why, some people got it wrong and thought I was talking about my father on item 3). It’s nothing about it, that is the doc man talking about HIS father, whom had serious drinking problem.

Day 17 was a busy day at work, and I ended it with a Kung Fu class and band practice right after that. So, a lot of things happened, but I didn’t have any time to think about alcohol, which is the subject of this journal.

Published in: on outubro 24, 2009 at 12:01 pm  Deixe um comentário  

Dia 17

OBSERVAÇÃO:  O post do dia 15 fala do documentário “Eu Bebo Demais?” da BBC. No meu texto eu reproduzi ENTRE ASPAS alguns trechos de diálogos do filme. Não entendo o porquê, mas algumas pessoas interpretaram errado e acharam que no item 3) eu estava falando algo sobre o meu pai. Não é nada disto, aquilo é uma fala do apresentador do documentário falando do pai DELE, que tinha problemas sérios com álcool.

Dia 17 foi um dia bastante ocupado, terminando com aula de Kung Fu e ensaio da banda logo em seguida. Ou seja, muita coisa aconteceu, mas não tive tempo de pensar em álcool, que é o motivo deste diário.

Published in: on outubro 24, 2009 at 11:57 am  Comments (2)  

Day 16

abstract

No news. No words.

Published in: on outubro 22, 2009 at 1:12 pm  Deixe um comentário  

Dia 16

abstract

Sem novidades. Sem palavras.

Published in: on outubro 22, 2009 at 1:10 pm  Comments (1)  

Day 15

Horizon-Do-I-Drink-Too-Much-Cover

15 days. Looking at the numbers only, we can say I’m at the middle of my way to win the challenge. But there are three things that make me believe I’m not at 50%:

  • I feel like the worst has gone, so I have a feeling that the next 15 days will be easier than the first round. So it’s like I’m beyond those 50%. Say, 70%.
  • Since I feel stronger, I think I could easily extend my challenge to stay more days with no drink. Let’s say 60 days. In that case, I would be at 25%.
  • My challenge is to stay 30 days without drinking. So if I stay 29 days sober and drink at the thirtiest day it is a FAIL. It’s the kind of ALL or NOTHING challenge.

Leo showed me an  EXCELLENT doc from BBC produced in 2009 called “Do I Drink Too Much?”. In 1 hour they analyze the effects of alcohol in our system, tendencies to alcoholism, risks involved, the presence of alcohol in our daily routine and they also raise some good questions. I strongly recommend it. Thanks Leo! Here are some chunks of the movie script for reflection:

1) “I’ve stood here for a minute thinking about this liver test that I’m going to have. And…it occurs to me that, on the one hand, it’s likely to be absolutely fine and on the other hand, what if it’s not OK? I’m not sure if I’m prepared for that. And I know I’m not prepared for a doctor to tell me that I have to stop drinking.  That’s quite a shocking thought.”

2) “I don’t think it strikes you at the time how often you’re drinking and how much you are until you try to stop. That’s what happened to me – I tried to stop.”

3) “What also starts to slowly change is the amount you’d need to drink to get the same effect. An alcoholic isn’t just created overnight. It seems to take years of subtle incremental changes. That was really what happened in the case of my father.  Changes occurred gradually over time.  His drinking became more and more intensive and sustained and problematic. No-one sets out to be an alcoholic and he certainly didn’t. It just happened.”

This movie can be downloaded through torrent and you can get the english subtitles from mvgoup.org website.

Note: I’ve started an effort to translate the subtitles to portuguese. If you speak portuguese and not english, please wait until a portuguese version is available. If you do speak portuguese and would like to help with the translation, please leve a comment here with your email (for your safety, it won’t be published) and I will contact you.

Published in: on outubro 21, 2009 at 9:13 am  Deixe um comentário  

Dia 15

Horizon-Do-I-Drink-Too-Much-Cover

15 dias. Olhando apenas os números, podemos dizer que estou na metade do caminho para vencer meu desafio. Mas há três coisas que me fazem acreditar que não estou nos 50%:

  • Sinto que o pior já passou, então a sensação é que os próximos 15 dias serão mais fáceis que o primeiro período. Então é como se eu tivesse cumprido MAIS de 50%. Digamos, 70%.
  • Como me sinto mais forte, sinto que poderia estender o prazo e ficar mais dias sem beber. Digamos, 60 dias. Neste caso, estaria em 25%.
  • Meu desafio é ficar 30 dias sem beber. Então, ficar 29 dias sóbrio e beber no trigésimo é uma DERROTA. O desafio é do tipo TUDO ou NADA.

O Leo me indicou um EXCELENTE documentário da BBC produzido em 2009 chamado “Eu Bebo Demais?”. Em 1 hora eles analisam os efeitos do álcool no organismo, tendências para o alcoolismo, riscos envolvidos, a presença do álcool no nosso cotidiano e levantam algumas questões. Eu recomendo fortemente este filme.  Obrigado Leo! Seguem alguns trechos do filme para reflexão:

1) “Estou aqui há um minuto pensando sobre este teste de fígado que farei.  E me ocorre que por um lado pode estar tudo bem, mas por outro lado, se não estiver OK? Não sei se estou preparado isto. E sei que não estou preparado para o médico me falar que tenho que parar de beber. É um pensamento chocante.”

2) “Não acho que isto te atinge na hora o quão frequente você está bebendo e o quanto você está bebendo, até você tentar parar. E isto é o que aconteceu a mim, eu tentei parar.”

3) “O que começa a mudar lentamente é a quantidade que você precisa beber para obter o mesmo efeito. Um alcoólatra não é criado da noite pro dia.  Parece que leva anos de mudanças incrementais sutis. Isto é o que aconteceu no caso do meu pai. Mudanças ocorreram ao longo do tempo. A bebedeira dele foi ficando mais e mais intensa e constante e problemática. Ninguém se dispõe a ser um alcoólatra e ele certamente não o fez. Apenas aconteceu.”

O filme pode ser baixado via torrent e as legendas (em inglês) podem ser obtidas do site mvgoup.org.

Obs.: Iniciei um esforço para tradução das legendas para o português. Se você não entende inglês, aguarde até eu liberar a versão em português. Se você entende inglês e gostaria de ajudar na tradução, deixe um comentário aqui informando seu email (para sua segurança, o seu e-mail não será publicado) e eu entrarei em contato.

Published in: on outubro 21, 2009 at 8:59 am  Comments (2)  

Day 14

arbeit

“Arbeit macht frei .”

Work brings freedom. How many hours of work, study and leisure do we lose because of the consequences of drinking alcohol? They use to say everything has its price, but we need to always ask if it’s worth doing that.

Without a hangover and sleeping better, we have more spare time to read something interesting, work extra hours to increase the income, dedicate more time to our family or simply to THINK. Work to increase out life quality. Work to change something in the world.

Day 14 was one more regular day in the life of a FREE man.

Published in: on outubro 20, 2009 at 9:42 am  Deixe um comentário  

Dia 14

arbeit

“Arbeit macht frei .”

O trabalho liberta. Quantas horas de trabalho, estudo e lazer nós perdemos devido a consequências do uso do álcool? Costuma-se dizer que tudo tem um preço, mas precisamos sempre analisar se isto vale a pena.

Sem ressaca e dormindo melhor temos mais tempo para ler algo interessante, trabalhar extra para aumentar a renda, dedicar mais tempo à família ou simplesmente PENSAR. Trabalhar para melhorar a qualidade de vida. Trabalhar para mudar algo no mundo.

Dia 14 foi mais um dia comum na vida de um homem LIVRE.

Published in: on outubro 20, 2009 at 9:39 am  Comments (6)  

Day 13

lonely-drunk

Dinner lasted until around 4am (we lost 1 hour because of DST), so I spent the whole morning sleeping.

A friend paid a visit and as soon as he saw my almost-finished Jack Daniels bottle he said: “that bottle is looking at me.” I got the message immediately and I gave him that last shot left. Jack Daniels is my favorite whisky and before giving him the glass I smelled it. That perfume is really good.

We went out to the movies to watch “District 9”. I liked that, although I’m not a fan of aliens. I prefer zombies.

Back home I found an interesting article about quitting alcohol. In that article I found other cool posts from the same guy:

Published in: on outubro 19, 2009 at 10:01 am  Deixe um comentário  

Dia 13

lonely-drunk

O jantar e a conversa durou até umas 4 da manhã (perdemos 1 hora devido ao horário de verão), então passei a manhã dormindo.

Recebi a visita de um amigo que avistou minha quase terminada garrafa de Jack Daniels e disse: “esta garrafa está olhando para mim”. Percebi a mensagem e servi-lhe a última dose que restava. Jack Daniels é meu whisky favorito e antes de entregar o copo a ele cheirei o líquido. Aquele perfume é realmente agradável.

Fomos ao cinema assistir “Distrito 9”. Gostei do filme, apesar de não ser fã de aliens. Prefiro zumbis.

De volta à casa encontrei um artigo muito interessante sobre como largar o álcool (em inglês). Deste artigo encontrei outros links legais do mesmo cara:

Published in: on outubro 19, 2009 at 10:01 am  Deixe um comentário  

Day 12

beer_p

Diniz asked me for a review of the Velhas Virgens concert. Well, analyzing what I saw there it was really good, but since I did not participate (danced, jumped, screamed), I’m not sure if it was good. I’m still learning to live without alcohol.

I guess I am getting stronger each day against the temptation of drinking. I decided to accept a new invitation for a diner+wine with friends. Before that, I had a band practice. Inside the practice room, a fridge full of drinks available. For the first time in a while I played the drums without drinking alcohol. I had just 2 cans of soda.  After that we had a terrible experience with traffic because of a soccer game nearby, so we needed to stop by a bar to wait for it to get better. The guys had beer and I had an alcohol-free beer for the first time in my life. New questions came up to my mind.

I arrived  a little late for the dinner but in time to taste the delicious food and a great cake + ice cream for dessert (I had taken the ice cream).

Everybody says I’m a funny person, specially when I drink. I like to tell jokes and someone asked me what I had drank. To me it was a good thing, that meant I was being the same funny person, but WITHOUT ALCOHOL.

I was planning on organizing a party for celebrating the end of those 30 days. The party would start Friday night and would last until the next day. We would have all drinks I missed during the 30 days.

In my mind I had an image of my friends arriving Friday night and drinking with me, celebrating, singing and playing the guitar, everybody drunk and leaving my place at daylight on Saturday.

But I’m afraid that image is fading…

Published in: on outubro 18, 2009 at 4:03 pm  Deixe um comentário  

Dia 12

beer_p

Diniz me pediu uma análise do show das Velhas Virgens. Bem, pelo que eu vi o show foi muito bom, mas como eu não participei (dançar, pular, gritar), não estou certo se foi realmente bom. Ainda estou aprendendo a viver sem o álcool.

Acho que a cada dia fico mais forte em relação à tentação de beber. Resolvi aceitar um novo convite para o jantar+vinho com amigos. Antes, eu tive ensaio com a banda. Dentro da sala do estúdio, uma geladeira cheia de bebidas. Pela primeira vez em muito tempo eu consegui tocar sem beber. Tomei 2 latas de refrigerante. Depois tivemos problemas com o trânsito por causa de um jogo de futebol num estádio próximo e precisamos parar num bar para esperar o trânsito melhorar. Eles beberam cerveja e eu pela primeira vez na vida bebi uma cerveja sem álcool. Novas questões surgiram na cabeça. Cheguei no jantar um pouco atrasado, mas a tempo de provar a comida deliciosa e a sobremesa de bolo com sorvete (eu levei o sorvete).

Todos dizem que eu sou engraçado, principalmente quando bebo. Gosto de fazer piadas. Depois de uma piada que fiz alguém perguntou o que eu havia bebido. Pra mim foi como um elogio, pois eu estava conseguindo ser a mesma pessoa divertida, porém SEM o álcool.

Cheguei a dizer que quando os 30 dias acabassem eu ia organizar uma festa para comemorar. A festa começaria numa sexta-feira e iria até o outro dia. Na festa teríamos todas as bebidas que eu deixei de consumir no período.

Eu imaginei meus amigos chegando na sexta-feira à noite e bebendo comigo, comemorando, brindando, cantando, tocando violão, e todos bêbados saindo de minha casa à luz do dia do sábado.

Mas aquela imagem que eu havia feito da festa em minha mente  está desbotando…

Published in: on outubro 18, 2009 at 3:35 pm  Comments (4)  

Day 11

inferno

Velhas Virgens gig at Inferno Club.That was a hard test. True hell. But I passed. A night full of rock and roll and songs about alcohol and women. A big party made for people to get drunk and joyful.

And me on coke and tomato juice. I almost quit, I started to think it was not worth such an effort, that I was wasting time with useless things and if I knew I was going to die in 48 hours I would regret not to having drunk beers and tequilas. “Why the hell did I say 30 days? Wouldn’t 10 be enough?” I thought.

I think one thing that held me was knowing that there were two or three people reading this and hoping not to find a new “Day 01” again. People doing a countdown and who want to know about my n-th day.

I’m not sure if that would have been better if I stayed at home instead of going to the concert. Because I just couldn’t stand being there without drinking anything.

Ignorance is bliss. What’s the advantage of being lucid in such a mad world?

Published in: on outubro 17, 2009 at 5:15 am  Deixe um comentário  

Dia 11

inferno

Show das Velhas Virgens no Inferno. Este teste foi difícil. Um inferno. Mas eu passei. Uma noite com muito rock and roll e músicas falando de álcool e mulheres. Uma grande festa, feita para as pessoas ficarem bêbadas e alegres.

E eu na coca-cola e suco de tomate. Eu quase cedi, comecei a pensar que não valia a pena tanto esforço, que eu estava desperdiçando tempo com coisas inúteis e que se eu soubesse que iria morrer em 48 horas eu teria me arrependido de não ter bebido cervejas e tequilas. “Por que diabos eu falei 30 dias? 10 não seriam suficientes?” – pensei.

Acho que o que mais me segurou foi saber que tem dois ou três lendo isso aqui todo dia e esperando não encontrar “Dia 01” novamente. Gente fazendo a contagem regressiva e querendo saber como foi o enésimo dia.

Não sei se teria sido melhor ter ficado em casa em vez de ter ido ao show. Porque não consegui aproveitar a festa sem ter bebido algo.

Ignorância é Felicidade. Qual a vantagem de ser lúcido num mundo tão louco?

Published in: on outubro 17, 2009 at 5:05 am  Comments (5)  

Day 10

wine

RIIIING.

– Hello.
– Hi. I was thinking of doing something, maybe the movies. Have you watched Tarantino’s newest, “Inglorious Basterds”?
– Yeah, I’ve seen it. I’m a Tarantino fan and I was anxious for this film. I loved it.
– Mmm… We could make one of those dinners at my place, we can call everyone and…
– Just a note: I’m not drinking. I started a challenge.
– Really? And how’s that?
– I decided to stay 30 days without drinking. I’ve also created a blog or that.
– …

End of chat.

I like wines and I always have some at home ready to be tasted. There is a group of friends that is used to get together to cook, drink wine and talk a lot. This time I ran out of choices. OK, you can think I could go there and not drink anything. But it’s about a ritual. The ritual is food, wine and talk. I’d rather not go. I miss my wines.

A movie theater is one of the places where I think people don’t have fun drinking. I love the cinema and I need to pay full attention to the screen. I’ve never understood what’s so interesting in dating in the theater. You sit at the side of the other person, you can’t even hug him/her. A movie theater is a comfortable place to watch a movie, not to make out. Besides, if I drink I will have to leave for the bathroom some time in the middle of the movie, and I HATE to miss 1 minute of it.

Without the wine and the movies, I accepted the invitation of my friend Vagner to watch a DVD he had just bought. We had never heard about that movie, but we got a wonderful surprise when we watched it. It’s great, and it also has Takashi Miike in a cameo appearance.  The movie is Yasuo Inoue’s “Neighbor No. 13” (in japanese,  “Rinjin 13-go”). I strongly recommend it. Takashi Miike, if you don’t know him, is one of Tarantino’s idols. And obviously, the idol of my idol is my idol too. One film from Miike that I recommend: “Dead or Alive”.

In general, I’m feeling very well. Of course I’m sorry I can’t drink a wine or beers with friends. But everything has its price, and I think what I am getting is worth the sacrifice.

Published in: on outubro 16, 2009 at 10:44 am  Deixe um comentário  

Dia 10

wine

TRIMMM.
– Alô.
– Olá. Estava pensando em fazer algo, de repente um cinema. Já assistiu ao novo do Tarantino, “Bastardos Inglórios”?
– Já assisti. Sou fã do Tarantino, estava ansioso por este filme, adorei.
– Hmm… Então poderíamos fazer um daqueles jantares aqui em casa, chama o pessoal e…
– Só uma observação – eu não estou bebendo. Iniciei um desafio.
– Sério? Como é isto?
– Resolvi que vou ficar 30 dias sem beber. Fiz até um blog.
– …

Fim da conversa.

Gosto de vinhos e sempre tenho alguns em casa prontos para serem degustados. Há um grupo de amigos que costuma se reunir para cozinhar, beber vinho e conversar. Mas desta vez fiquei sem opções. OK, você pode pensar que bastaria eu ir e não beber. Mas não é esta a questão. O ritual é comida, conversa, vinho. Prefiro não ir. Sinto falta dos meus vinhos.

O cinema é um dos poucos lugares que conheço onde as pessoas não se divertem bebendo. Eu adoro cinema e faço questão de dar atenção total à tela. Nunca entendi o que há de interessante em namorar no cinema. Você senta ao lado da pessoa, mal dá pra abraçar. O cinema é confortável pra assistir filme, não pra namorar. Além disto, se eu beber precisarei ir ao banheiro em algum momento, e simplesmente ODEIO perder 1 minuto do filme.

Sem cinema e sem o vinho, aceitei o convite do amigo Vagner pra assistir a um DVD que ele havia acabado de comprar. Nunca havíamos ouvido falar daquele filme, e tivemos uma excelente surpresa ao assisti-lo. O filme é espetacular, e conta inclusive com o Takashi Miike fazendo uma ponta. O filme é “Ódio” (em japonês “Rinjin 13-gô” – a tradução correta seria “O Vizinho Número 13”), do Yasuo Inoue, o qual obviamente recomendo. Takashi Miike, pra quem não conhece, é um dos ÍDOLOS do Tarantino. E, claro, o ídolo do meu ídolo é também meu ídolo. Um filme do Miike que recomendo: “Viver ou Morrer”.

Em geral, acho que estou muito bem. Claro que lamento não poder tomar um vinho ou uma cerveja com amigos. Mas tudo tem um preço, e o que estou ganhando certamente vale a pena.

Published in: on outubro 16, 2009 at 10:23 am  Comments (2)  

Day 09

mugcake

Flavio told me my pillow from the last post is ugly (yes, it’s a picture of my real pillow). But it’s the one that gave me the best night over the last days (the pillow, not Flavio!). I finally could sleep well, and my day was very productive.

At night Gustavo invited me to his dinner party. Beef stroganoff. Obviously, before, after and while we were eating, plenty of ALCOHOL. Imported beers, brandy, vodka. To me, as usual, coke and water. I found out that they used a little bit of brandy in the recipe, but I believe it was gone during the cooking process, so it didn’t spoil my “diet”.

Someone tried to convince me towards drinking, I was given a glass of cold beer, but I refused. The funniest thing in the night was when they found a LEGAL BLACK HOLE in my challenge. I said I would stay 30 DAYS without drinking. So, I could drink without any restrictions AT NIGHT. That way, I could easily stay 200 days without drinking! LOL.

My day ended with a mugcake. This picture is not of my mugcake, that’s because I only had the idea of taking a picture after I had finished mine. I would never own a Spounge Bob mug! My cake was made in my favorite mug – the Ramones one. You can read “Somebody Put Something In My Drink” on it.

Published in: on outubro 15, 2009 at 2:28 am  Deixe um comentário  

Dia 09

mugcake

Flavio disse que meu travesseiro na foto do post anterior é feio (sim, a foto é do meu travesseiro mesmo). Mas foi ele que me deu a melhor noite dos últimos dias (o travesseiro, não o Flavio!). Finalmente consegui dormir bem, e o dia foi bastante proveitoso.

À noite, uma festa-jantar preparada pelo Gustavo. Estrogonofe de carne. Obviamente, antes, durante e depois do jantar, muito ÁLCOOL. Cervejas importadas, conhaque, vodka. E eu, como de costume, coca-cola e água. Descobri que um pouco de conhaque foi usado na receita da comida, mas acredito que durante o cozimento o álcool tenha evaporado completamente, então não atrapalhou minha “dieta”.

Houve quem tentasse me convencer a beber, chegaram a me dar um copo de cerveja gelada, mas recusei. Mas o mais engraçado da noite foi quando encontraram uma BRECHA LEGAL no meu desafio. Eu disse que passaria 30 DIAS sem beber. Ou seja, eu poderia beber à vontade À NOITE. Assim, eu poderia passar facilmente 200 dias sem beber! hahaha

Meu dia finalizou com um bolo de caneca. Este da foto não é o meu, porque só lembrei de tirar a foto depois que já havia comido o meu todo. Eu não teria uma caneca do Bob Esponja. Meu bolo foi na minha caneca predileta,  dos Ramones, que diz “Somebody Put Something In My Drink” (Alguém colocou algo na minha bebida).

Published in: on outubro 15, 2009 at 2:15 am  Deixe um comentário